Press "Enter" to skip to content

Pisca Led Com BC548

admin 0

Um circuito que é estudado obrigatoriamente em todos os cursos técnicos de eletrônica é o multivibrador astável. Dele, pode sair um projeto prático que se enquadra em duas categorias: um injetor de sinais ou um pisca-pisca. Veja neste artigo o projeto de um pisca-pisca.

Newton C. Braga

Um multvibrador astável é um circuito que não tem nenhum estado estavél. A configuração básica é a mostrada na figura 1, em que dois transistores alimentao dois LEDs.

Clique na Imagem Para Ampliar.

Figura 1

Esse circuito tem os transistores se realimentando de tal modo que nenhum deles alcança um estável permanente de condução ou não condução. Assim, ao ser alimentado, o circuito musa constantemente de estado, com os transistores conduzindo alternadamente, oque faz com que os LEDs pisquem.

Conforme sabemos, a velocidade com que os transistores mudam de esrado depende dos valores de R e de C no circuito da figura1. Escolhendo apropriadamente os valores de R e de C, podemos elaborar um pisca-pisca alternado, em que dois LEDs, piscam alternadamente

As aplicações práticas para este simples circuito são muitas, como enfeites, alarme psicológico, animação para robôs, brinquedos e muito mais. O circuito analisado funciona com 4 pilhas comuns e tem um consumo muito baixo.

Como Funciona
No nosso circuito, a freqüência do multivibrador depende de C1/R1 e de C2/R2, os quais podem ser alterados numa ampla faixa de valores. A alimentação vem de pilhas comuns e os LEDs possuem resistores limitadores de corrente, podendo ser vermelhos comuns ou de outra cor.
Montagem
Na figura 2, damos o diagrama complexo do pisca-pisca com LEDs.
Clique na Imagem Para Ampliar.
A montagem pode ser feita numa matriz de contactos ou ainda numa placa universal que tenha o mesmo padrão. Na figura 3, mostramos a disposição dos componentes para esta montagem.
Clique na Imagem Para Ampliar.
Nessa montagem, a posição de componentes polarizados como os LEDs, transistores e capacitores eletrolíticos deve ser observada. Quanto maiores forem os capacitores, mais lentamente o circuito vai piscar. Assim, o leitor pode alterar esses componentes numa boa faixa de valores.
Se quiser alterar a velocidade das piscadas, mude os valores de R2 e R3 ou ainda de C1 e C2.
Observe que é possível fazer com que as piscadas sejam assimétricas, ou seja, um LED fique aceso mais tempo que o outro. Para isso basta usar capacitores de valores diferentes.
Prova e Uso
Basta ligar a alimentação do circuito (colocando as pilhas no suporte) para que os LEDs comecem a piscar imediatamente. Se isso não acontecer, confira a montagem, com especial atenção aos componentes polarizados. Comprovado o funcionamento, é só usar o aparelho, instalando-o da forma que bem entender.
Lista de Material
Semicondutores:
Q1, Q2 – BC548 ou equivalentes – transistores NPN de uso geral
LED1, LED2 – LEDs comuns
Resistores: (1/8 W , 5%)
R1, R4 – 470 ohms – amarelo, violeta, marrom
R2, R3 – 22 k ohms – vermelho, vermelho, laranja
Capacitores:
C1, C2 – 10 a 47 uF x 6 V – eletrolíticos
Diversos:
B1 – 6 V – 4 pilhas pequenas
Placa de circuito impresso, suporte de pilhas, fios, solda, etc.
Fonte: www.sabereletronica.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *